segunda-feira, junho 17, 2024
23.8 C
Portel

Falso pastor acusado de estupro é preso em Marabá

A Polícia Civil de Marabá, no sudeste do estado, prendeu um falso pastor foragido de Imperatriz, no estado do Maranhão. Ele é acusado de estupro, durante os procedimentos de cura e libertação.O acusado Marcos Antônio do Carmo Lima, 54 anos, conhecido como Pastor Marcos Lima foi preso no último sábado (6) quando estava numa empresa de amigos, na Nova Marabá.De acordo com o superintendente de Polícia Civil, delegado Vinícius Cardoso, a prisão do falso missionário que estava escondido em Marabá ocorreu depois de compartilhamento de informações entre as Polícias Civil de Imperatriz (MA) e Marabá (PA). LEIA TAMBÉM:Vídeo: câmeras registram execução de jovem em ParauapebasVídeo: mulher de 22 anos é assassinada em bar de MarabáPolícia investiga assassinato de casal em Goianésia do Pará “Segundo informações colhidas, esse indivíduo se passava por pastor missionário e aplicava unções de cura. Durante esse procedimento, em alguns casos, ele deixava a vítima despida, algumas vítimas ele tirou fotos íntimas e passou ameaçá-la de divulgar essas imagens caso ela não tivesse relação sexual com ele”, contou o delegado.Uma outra vítima, segundo a polícia, denunciou ter sido apalpada pelo falso pastor durante procedimentos de cura. “Ele era procurado pela justiça em razão de crime de estupro e foi localizado aqui em Marabá”, enfatizou o superintendente de polícia. Ainda de acordo com a polícia, Marcos Lima andava por todo país com essas alegações de ser um pastor missionário de cura e libertação. “A gente acredita que novas vítimas possam aparecer desse indivíduo”, ponderou o delegado Vinícius Cardoso. 

Fonte: DOL – Diário Online – Portal de NotÍcias 

DEIXE AQUI SEU COMENTÁRIO
📢 Quer ficar por dentro das últimas notícias em primeira mão? Não perca tempo! Junte-se ao nosso canal no WhatsApp e esteja sempre informado. Clique no link abaixo para se inscrever agora mesmo:
- Publicidade -spot_img
- Publicidade -spot_img

Últimas notícias

Acessibilidade