quinta-feira, maio 23, 2024
23.7 C
Portel

Cartórios do Pará promovem campanha de conscientização sobre a vacinação

Mais de 250 cartórios do Pará vão iniciar, nos próximos dias, o trabalho informativo sobre a importância da vacinação. As unidades aderiram ao Pacto Nacional pela Consciência Vacinal, que tem como objetivo conscientizar a população sobre a necessidade da imunização prevista no Plano Nacional de Imunização (PNI) para a prevenção de doenças. Ao todo, no Brasil, são cerca de 13 mil pontos atuando na divulgação.

A iniciativa visa a retomada de índices seguros e homogêneos de cobertura vacinal em todo o território nacional. Mesmo com o anúncio do fim do estado de emergência mundial pela Organização Mundial da Saúde (OMS) em relação à pandemia de Covid-19, a vacinação continua sendo uma medida crucial para controle da doença e melhoria da saúde pública no Brasil.

VEJA MAIS

[[(standard.Article) Belém mantém vacinação contra covid-19 e influenza nesta semana; veja os pontos de imunização ]]

[[(standard.Article) Campanha ‘Maio Laranja’ faz alerta sobre prevenção de crimes contra crianças e adolescentes em Belém]]

[[(standard.Article) Aplicação de vacina contra bronquiolite nas mães protege bebês até seis meses, aponta pesquisa]]

Para integrar os Cartórios à iniciativa, a Associação dos Notários e Registradores do Pará (ANOREG/BR) e o Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP) disponibilizaram uma série de materiais às unidades de todo o país, como cartazes, folders e materiais para as redes sociais, que podem ser utilizados por Cartórios e associações do setor para disseminar a importância da vacinação.

Segundo a presidente regional da ANOREG, Moema Locatelli Belluzzo, a entidade tem um papel importante na disseminação de informações confiáveis e na conscientização da população sobre a importância da vacinação. Ela destaca, ainda, o combate a notícias falsas sobre os imunizantes. “Os Cartórios do Pará têm contato diário com a população e podem contribuir para o combate à desinformação sobre vacinas”, disse.

“A vacinação é uma das principais medidas de prevenção de doenças e contribui para a saúde e bem-estar da população. É fundamental manter o foco na vacinação e garantir a retomada de índices seguros e homogêneos de cobertura vacinal em todo o território nacional”, completou Moema.

Vacinação no Brasil

Considerado um país pioneiro e uma referência internacional em campanhas de vacinação, o Brasil vem apresentando retrocessos nesse campo e praticamente todas as coberturas vacinais estão abaixo da meta. De acordo com dados do Ministério da Saúde, em 2015, o Brasil atingiu uma média de 95% de pessoas completamente imunizadas dentro do público-alvo de cada vacina do Programa de Imunizações, média que chegou a preocupantes 61% em 2021.

Em 2020, o índice era de 68% e em 2019, de 73%. O Pacto Nacional pela Consciência Vacinal tem como objetivo atingir uma cobertura vacinal de 90% em todas as vacinas previstas no PNI. É importante lembrar que o PNI inclui outras vacinas, além daquelas contra a Covid-19, que são fundamentais para a prevenção de doenças como sarampo, poliomielite, gripe, entre outras.

Fonte: Pará – O Liberal.com 

DEIXE AQUI SEU COMENTÁRIO
📢 Quer ficar por dentro das últimas notícias em primeira mão? Não perca tempo! Junte-se ao nosso canal no WhatsApp e esteja sempre informado. Clique no link abaixo para se inscrever agora mesmo:
- Publicidade -spot_img
- Publicidade -spot_img

Últimas notícias

Acessibilidade