quinta-feira, maio 23, 2024
24.9 C
Portel

Veja onde estão mais de 700 vagas de emprego no Pará

Seap, Fapespa e Prefeitura de Prainha vão contratar temporários para diversas funções. Os salários chegam a R$ 5,8 mil. Confira os detalhes e como participar das seleções.
O próximo concurso TCU (Tribunal de Contas da União) deve contar com novos critérios de avaliação de candidatos. A confirmação é do próprio presidente do órgão, ministro Bruno Dantas, feita durante encontro com dirigentes do tribunal em março último. “Nós convocamos 150 novos auditores este ano, queremos convocar mais gente no ano que vem e já iniciamos os estudos para contratar uma consultoria para reformular completamente nossa forma de recrutamento”, disse.
Dantas já havia anunciado, em setembro de 2022, que uma nova seleção deve ocorrer assim que concluídas as convocações dos remanescentes da última seleção.
Pará vai lançar o Programa Escola Segura na segunda (17)
Ainda de acordo com ele, “nosso concurso público precisa analisar outras habilidades além daquelas usualmente avaliadas em concursos. É claro que as pessoas precisam dominar aqueles conhecimentos que são cobrados nos concursos, mas é preciso também que nosso concurso seja capaz de medir capacidades interpessoais, até porque serão pessoas que vão passar 30 anos com a gente e é preciso melhorar isso”, disse. “Isso já está sendo tratado e tenho certeza que iremos elaborar um modelo interessante de recrutamento”, concluiu.
Em setembro, o ministro já havia afirmado que o TCU precisa contratar ao menos 400 servidores e que o total de aprovados no último certame não seria suficiente para suprir as demandas.
A carreira de auditor de controle externo, oferecida no último concurso, com previsão de novo certame após a nomeação dos aprovados, é destinada a quem possui formação de nível superior em qualquer área de formação, com remuneração inicial de R$ 21.947,82.
Vale ressaltar que, como o último concurso tem validade por dois anos, com possibilidade de prorrogação, a realização de um novo certame antes deste período para o cargo somente pode ocorrer caso efetivamente esgotada a lista de aprovados.
Última seleção
O último concurso do TCU teve início em 2021, com uma oferta imediata de 20 vagas para o cargo de auditor federal de controle externo, além de formar cadastro reserva de pessoal. A banca organizadora foi a Fundação Getúlio Vargas (FGV). Os aprovados na primeira fase participaram de programa de formação, de caráter eliminatório. O treinamento foi em Brasília, com duração de 120 horas.
OMCTI (Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicação) já tem aval para o concurso que visa o preenchimento de 814 vagas, distribuídas por três cargos, todos destinadas a quem possui formação de nível superior, com remunerações iniciais de até R$ 16.798,48. Além da escolaridade, os cargos costumam exigir mestrado ou experiência anterior de três anos. A portaria foi publicada na última segunda-feira (10), no Diário Oficial da União (DOU). Novas informações devem ser divulgadas em breve.
O certame era aguardado desde maio de 2022, quando o órgão encaminhou um pedido de autorização para o preenchimento de 1.277 vagas, número maior que o aval agora concedido.
De acordo com a autorização da ministra, a publicação do edital do concurso MCTI deve ocorrer dentro de um prazo de até seis meses, ou seja, no mais tardar, até 10 de outubro. Além disso, o documento determina que a aplicação das provas objetivas deve ocorrer dentro de um prazo de, no mínimo, dois meses da publicação do edital.
Política habitacional é destaque em evento com Jader Filho
A distribuição de vagas por cargos será a seguinte: analista em ciência e tecnologia – 296 vagas; pesquisador – 253 vagas; e tecnologista – 265 vagas. As remunerações iniciais são de R$ 13,718,81 para os analistas e tecnologistas e R$ 16.798,48 para os pesquisadores.
Uma vez autorizado o certame, os próximos passos são constituir a comissão, dar início ao processo de elaboração do edital e escolher o nome da banca organizadora. Somente após a assinatura do contrato com a empresa responsável pela aplicação das provas poderá ser anunciada a data precisa de início do certame.
Atribuições
No caso de analista em ciência e tecnologia, as atribuições básicas do cargo são as seguintes: exercer atividades de apoio à direção, coordenação, organização, planejamento, controle e avaliação de projetos de pesquisa e desenvolvimento na área de Ciência e Tecnologia, bem como toda atividade de suporte administrativo do MCTI.
As exigências específicas são: diploma, devidamente registrado, de curso de graduação de nível superior, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC), acrescida de título de mestre ou de três anos de experiência, após a graduação, em atividades de gestão, planejamento ou infraestrutura em Ciência e Tecnologia, que lhe atribua habilitação correspondente; bem como ter participado de trabalhos interdisciplinares ou da elaboração de sistemas de suporte, de relatórios técnicos e de projetos correlacionados com a área de Ciência e Tecnologia. Para tecnologista ,as atribuições básicas são as seguintes: profissionais habilitados a exercer atividades específicas de pesquisa e desenvolvimento tecnológico.
Já as exigências específicas: diploma, devidamente registrado, de curso de graduação de nível superior, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC), acrescida de título de mestre ou de três anos de experiência, após a graduação, em atividade de pesquisa e desenvolvimento tecnológico, que lhe atribua habilitação correspondente; bem como ter participado de projetos de pesquisa e desenvolvimento tecnológico.
No caso de pesquisador foi realizado um concurso em 2012 para o Centro Brasileiro de Pesquisas Físicas do MCTI, no Rio de Janeiro.
Neste caso, os requisitos foram ter o Título de Doutor em Física ou em área correlata, e ter realizado pesquisa relevante em sua área de atuação.
Última seleção
O último concurso do MCTI ocorreu em 2012, quando foram oferecidas 551 vagas, para cargos de níveis médio e superior. Na ocasião, para os cargos de assistente e técnico, de ensino médio, a remuneração foi de R$ 2.705,38, incluindo inicial de R$ 1.885,33 e gratificação de desempenho de R$ 820,05.
Para analista e tecnologista variou de acordo com a área de atuação, podendo chegar a R$ 9.157,15, considerando R$ 3.884,92 de salário básico , R$ 3.649 para título de doutorado e R$ 1.623,23 de gratificação de desempenho. A banca organizadora, na ocasião, foi o Cebraspe.
Do total de vagas, 92 foram para analista em ciência e tecnologia, 84 para tecnologista, 36 para pesquisador, 330 de assistente de ciência e tecnologia e 9 para técnicos..
A Secretaria de Estado da Administração Penitenciária do Pará (Seap) abre, nesta segunda-feira (17), as inscrições à seleção simplificada para a contratação de servidores de apoio e técnico administrativos. Serão preenchidas 348 vagas em diversas cidades paraenses. As inscrições podem ser realizadas até às 23h59 do dia 20 de abril.
A remuneração mensal pode variar de R$ 3.434,00 a R$ 5.828,99, já considerando todas as gratificações possíveis (risco de vida, auxílio-alimentação e até abono salarial, dependendo da função). As oportunidades são destinadas a candidatos com ensino fundamental, médio, técnico e superior completo.
Vagas
As ocupações de nível superior são Técnico em Gestão de Informática, Técnico em Gestão de Infraestrutura e Técnico em Gestão Penitenciária (Enfermagem, Farmácia, Medicina, Nutrição, Odontologia, Psicologia, Serviço Social, Ciências Sociais e Ciências Contábeis). Já as ocupações de nível fundamental são Auxiliar de Serviços de Agropecuária e Motorista. Há ainda vagas para Assistente Administrativo (nível médio), Assistente de Agropecuária, Assistente de Informática, Eletricista e Técnico em Enfermagem (nível técnico).
O registro da candidatura pode ser feito no site da Diretoria de Gestão de Pessoas do Estado do Pará, que é responsável pela condução do certame. Não há cobrança de taxa de inscrição.
Classificação
O processo seletivo será composto por quatro fases: inscrição e anexação de documentos pessoais (habilitatória, classificatória e eliminatória); análise documental e curricular (classificatória e eliminatória); entrevista (classificatória e eliminatória); e investigação social incluindo antecedentes criminais (eliminatória). (Concursos no Brasil).
Com oferta de 138 vagas, o concurso da BB Tecnologia, empresa integrante do conglomerado Banco do Brasil, sofreu algumas alterações no edital. A retificação foi publicada no Diário Oficial da União da última segunda-feira (10).
Uma das mudanças se refere ao requisito de escolaridade para técnico/perfil interno. A função, que antes cobrava formação técnica, agora pode ser disputada por candidatos que possuem apenas ensino médio.
Outra alteração envolve os critérios de pontuação para aprovação na prova objetiva. Conforme a retificação, para o cargo de analista/perfil tecnológico, será aprovado o candidato que, cumulativamente: acertar, no mínimo, 12 questões de conhecimentos específicos; acertar, no mínimo, 35 questões do total da prova objetiva.
Inscrições
As inscrições seguem abertas até 25 de abril, às 16h. O formulário para cadastro está disponível no site www.conhecimento.fgv.br. As taxas de participação custam: R$ 59 (técnico); e R$ 69 (analista).
Vagas
Estão em disputa 138 vagas, das quais 97 para técnico e 41 para analista, com salários de R$ 2.184,73 e R$ 4.369,45, respectivamente. Há oportunidades para trabalhar em 23 estados e no Distrito Federal. Os contratados cumprirão jornada semanal de 40 horas, podendo incluir fins de semana e feriados.
Opção para quem possui ensino médio, a carreira de técnico se divide entre dois perfis: atendimento (75 postos) e interno (22) — o primeiro segmento também requer formação técnica.
O cargo de analista pode ser disputado por profissionais com curso superior em qualquer área do conhecimento. São ofertadas oportunidades para atuação em dois perfis: tecnológico (35) e interno (6).
Para fins de classificação, as vagas estão organizadas entre macropolos. A opção pela localidade de interesse deve ser feita durante o registro da inscrição. No Pará, há opções em Belém (Analista — perfil tecnológico), Oriximiná e Xinguara (Técnico — perfil atendimento).
Etapas
As provas serão realizadas em 25 de junho, nas cidades vinculadas a todos os macropolos. Os exames cobrarão a resolução de 70 questões de múltipla escolha para ambos os cargos, além da elaboração de uma redação apenas para analista.
Haverá também análise de títulos para os concorrentes aos postos de nível superior, com entrega dos documentos em período a ser oportunamente divulgado. Serão considerados certificados e diplomas de: especialização; mestrado; e doutorado.
A seleção terá validade de dois anos, a contar da homologação do resultado final. O prazo poderá ser prorrogado uma vez, a critério da empresa, conforme estabelece o edital.
A Aeronáutica encerra, na próxima quinta-feira (20), as inscrições ao concurso para admissão ao Curso Preparatório de Cadetes do Ar. Estão em disputa 140 vagas destinadas a candidatos de ambos os sexos. Para concorrer é necessário possuir nível fundamental, idade entre 15 e 18 anos (completados até 31 de dezembro de 2024) e altura mínima de 1,64m e máxima de 1,87m.
Ministrado em Barbacena (MG), na Escola Preparatória de Cadetes do Ar (Epcar), o curso tem duração de três anos, em regime de internato, e é equivalente ao ensino médio regular, abrangendo também instruções militares.
Os estudantes recebem preparação para concorrer a uma das vagas no Curso de Formação de Oficiais Aviadores (CFOAV), da Academia da Força Aérea (AFA), em Pirassununga (SP).
Durante o período de estudos na Epcar, a Aeronáutica concede alimentação, alojamento, fardamento e assistências médico-hospitalar e dentária, além de remuneração inicial em torno de R$ 1.300.
Inscrições
Os interessados poderão se inscrever até 20 de abril, pelo site www.fab.mil.br. A taxa de participação custa R$ 80 — será possível solicitar isenção durante todo o período de inscrição.
O edital prevê gratuidade para: membros de família inscrita no Cadastro Único para Programas Sociais (CadÚnico), do governo federal; doadores de medula óssea em entidades reconhecidas pelo Ministério da Saúde.
Etapas
Marcada para 2 de julho, a prova da primeira fase será composta de 48 questões de múltipla escolha (língua portuguesa, língua inglesa e matemática), além de uma redação. Haverá aplicação em 16 cidades: Belém (PA); Recife (PE); Natal (RN); Salvador (BA); Rio de Janeiro (RJ); Belo Horizonte e Barbacena (MG); São Paulo e Pirassununga (SP); Campo Grande (MS); Porto Alegre (RS); Curitiba (PR); Brasília (DF); Manaus (AM); Boa Vista (RR); Porto Belho (RO).
As outras fases do processo seletivo incluem: inspeção de saúde, avaliação psicológica e teste físico, entre setembro e novembro deste ano. A data prevista para matrícula e início do curso é 13 de janeiro de 2024.
Um novo concurso do IRB (Instituto Rio Branco) deve ocorrer ainda este ano. A autorização ocorreu em março último, pela ministra substituta de Relações Exteriores Maria Laura da Rocha. Ao todo serão oferecidas 30 vagas para o cargo de diplomata. Para concorrer é necessário possuir formação de nível superior em qualquer área. A remuneração inicial é de R$ 19.199,06. Novas informações devem ser divulgadas em breve.
Uma vez autorizado, o próximo passo do IRB é definir o nome da banca organizadora. Somente após este procedimento e assinado o contrato com a empresa poderá ser definida a data precisa de publicação do edital de abertura de inscrições. O documento determina que o prazo entre a publicação do edital e a aplicação das provas da primeira fase será de dois meses.
Seleção
A seleção será composta de três etapas, da seguinte forma: primeira prova objetiva, primeira prova escrita, e segunda prova escrita. A primeira prova objetiva versará sobre as seguintes disciplinas: língua portuguesa; história do Brasil; história mundial; geografia; língua inglesa; política internacional; economia; e direito. A primeira prova escrita versará sobre: língua portuguesa; e língua inglesa.
Já a seguinte prova escrita terá: história do Brasil; política internacional; geografia; economia; direito; língua espanhola e língua francesa.
última seleção
O último concurso do IRB ocorreu em 2022, quando foram oferecidas 34 vagas para a carreira. A banca organizadora, na ocasião, foi o Instituto Iades.
A oferta foi distribuída da seguinte forma: 25 para ampla concorrência, 7 reservadas a candidatos negros e 2 destinadas a pessoas com deficiência. A primeira prova objetiva contou com 73 questões, sobre as seguintes disciplinas: língua portuguesa; língua inglesa; história do Brasil; história mundial; política internacional; geografia; economia; e direito.

Fonte: DOL – Diário Online – Portal de NotÍcias 

DEIXE AQUI SEU COMENTÁRIO
📢 Quer ficar por dentro das últimas notícias em primeira mão? Não perca tempo! Junte-se ao nosso canal no WhatsApp e esteja sempre informado. Clique no link abaixo para se inscrever agora mesmo:
- Publicidade -spot_img
- Publicidade -spot_img

Últimas notícias

Acessibilidade