segunda-feira, junho 17, 2024
24 C
Portel

Policiais do 5º BPM doam sangue para o cabo baleado na tarde de quarta (11), em Castanhal

Cerca de 50 Policiais Militares do 5º Batalhão de Policiamento Militar de Castanhal, região nordeste do estado, doaram sangue no final da manhã desta quinta-feira,11, para policial baleado na tarde de quarta-feira,10, após troca de tiros com o Policial Penal. O cabo Braga passou por cirurgia para retirada das balas e segue internado no Hospital Metropolitano em Ananindeua.

Segundo o comandante em exercício do 5° BPM, Major Allan Mariano, o estado de saúde do militar é grave e continua entubado aguardando melhoras após o procedimento cirúrgico.

“Após o baleamento o cabo Braga foi levado para Metropolitano e passou por cirurgia. Contudo, o corpo médico informou que o paciente necessitaria de sangue e a tropa do 5° BPM se reuniu e juntou um pelotão inteiro de policiais voluntários que abasteceram o Hemocentro de Castanhal com doações em nome do colega de farda”, contou.

VEJA MAIS

[[(standard.Article) Policial penal atira em PM após acidente de trânsito em Marabá]]

[[(standard.Article) Polícial Penal atira em PM por engano após assalto à loja em Castanhal]]

O comandante ressaltou o ato de amor dos policiais. “isso é o espírito de corpo. É o que nos une enquanto família. Sempre estaremos a disposição para servir qualquer irmão, o CB Braga faria o mesmo por qualquer desses militares que foram voluntários nesta ação”, observou o Major Allan Mariano.

O estado de saúde do militar é grave, o policial continua entubado e esperando melhoras após o procedimento cirúrgico.

Sobre o caso

Um cabo da Polícia Militar e um policial penal trocaram tiros por engano na quarta-feira (10), após uma tentativa de assalto a um estabelecimento comercial na Rua 28 de Janeiro, bairro Novo Olinda. Segundo informações iniciais, os dois agentes estavam à paisana e teriam se confundido, mutuamente, com um possível assaltante. Após a troca de tiros, o PM foi encaminhado em estado grave ao Hospital Metropolitano, em Ananindeua.

Segundo o 5° BPM, tudo ocorreu após uma tentativa de assalto, onde houve um disparo de arma de fogo. Populares informaram às autoridades que o policial penal estaria em uma sala de espera dentro do estabelecimento alvo dos assaltantes. O PM estaria em outro estabelecimento e teria visto a ação dos suspeitos e correu para dentro da loja, já com a arma de fogo na mão. Ele foi para a parte dos fundos, onde os assaltantes estariam. Nesse momento, o agente penal viu a movimentação dos funcionários e do PM correndo, e saiu da sala achando que o PM seria o assaltante.

O Policial Penal foi encaminhado à delegacia onde seriam feitos os procedimentos cabíveis. Os assaltantes fugiram do local. A redação integrada de O Liberal solicitou mais informações da Polícia Civil e aguarda o retorno.

 

Fonte: Pará – O Liberal.com 

DEIXE AQUI SEU COMENTÁRIO
📢 Quer ficar por dentro das últimas notícias em primeira mão? Não perca tempo! Junte-se ao nosso canal no WhatsApp e esteja sempre informado. Clique no link abaixo para se inscrever agora mesmo:
- Publicidade -spot_img
- Publicidade -spot_img

Últimas notícias

Acessibilidade