segunda-feira, junho 17, 2024
24 C
Portel

Corpo de paraense achada morta no RJ é liberado para família

Uma mulher encontrada sem vida dentro de um apartamento com as causas da morte ainda sendo um verdadeiro mistério: assim pode ser resumido o caso do falecimento da jovem paraense Bruna Guterres, de 22 anos.Bruna foi encontrada morta dentro do apartamento onde vivia no bairro Tanque, na Zona Oeste do Rio de Janeiro. O caso repercutiu nas redes sociais na última segunda-feira (15), porém mais detalhes sobre as circunstâncias da morte ainda não foram relevados pelas autoridades do Estado do Rio de Janeiro até então.CONTEÚDO RELACIONADO:Paraense é encontrada morta em apartamento no RioMorre o paraense Jacob Barata, o “Rei dos Ônibus” do BrasilA família da jovem comunicou à imprensa paraense nesta quinta-feira (18), que o corpo de Bruna Guterres foi liberado pelo Instituto Médico Legal  e deverá fazer o traslado ao Pará em um voo já nesta sexta-feira (19).Ainda de acordo com os familiares, o laudo da perícia, crucial para determinar as causas da morte de Bruna, só ficará pronto no fim do mês de março.Quer mais notícias do Pará? Acesse nosso canal no WhatsApp!Natural de Capanema, Bruna Guterres deixou dois filhos pequenos, de 2 e 6 anos. As crianças estariam sob a tutela provisória de uma vizinha da jovem no Rio de Janeiro e não foi informado quando elas devem retornar ao Pará.A hipótese de que Bruna Guterres pode ter sido uma vítima de feminicídio foi levantada pelos próprios familiares dela, que precisaram fazer uma vaquinha virtual para conseguir arcar com os custos do traslado do cadáver para o Pará. Ela deve ser sepultada em Castanhal, no nordeste do estado.

Fonte: DOL – Diário Online – Portal de NotÍcias 

DEIXE AQUI SEU COMENTÁRIO
📢 Quer ficar por dentro das últimas notícias em primeira mão? Não perca tempo! Junte-se ao nosso canal no WhatsApp e esteja sempre informado. Clique no link abaixo para se inscrever agora mesmo:
- Publicidade -spot_img
- Publicidade -spot_img

Últimas notícias

Acessibilidade