segunda-feira, junho 17, 2024
23.8 C
Portel

MPPA instaura inquérito para apurar explosão em lancha que vitimou 4 pessoas, em Barcarena

A 1ª Promotoria de Justiça do Meio Ambiente, de Defesa Comunitária e Cidadania, da Infância, Juventude e dos Idosos de Barcarena, do Ministério Público do Estado do Pará (MPPA), instaurou inquérito para apurar um uma explosão que ocorreu na manhã do dia 17 de janeiro, na lancha “Expresso Costa I”, que saiu de Barcarena e seguia para Belém, e deixou 4 pessoas feridas. Na ocasião, o motor teria explodido e deixado 4 pessoas feridas. O inquérito foi instaurado pelo Promotor de Justiça Márcio Silva Maués de Faria.

Segundo informações divulgadas nas redes sociais pelos moradores e imprensa local, o incidente teria iniciado entre 7h às 8h da manhã do dia 17, quando o motor da lancha, que faz o trajeto fluvial Barcarena-Belém/Belém-Barcarena, explodiu logo após sair do porto São Francisco, deixando aproximadamente 4 pessoas feridas, dentre elas 1 idoso. Após o acidente, a área onde os viajantes são alocados teria sido invadido pela água, o que gerou desespero na população que fazia o traslado.

O Promotor de Justiça Márcio Silva Maués de Faria requisitou à Agência de Regulação e Controle de Serviços Públicos do Estado do Pará (Arcon), a fiscalização da embarcação e pede informações atualizadas, devendo comunicar o andamento da situação no prazo de 10 dias. Caso haja provas da inadaptabilidade da embarcação, a Promotoria requere à Polícia Civil que realize perícia para determinar as causas do possível crime, devendo prestar os esclarecimentos e deliberações à sociedade e à esta Promotoria de Justiça.

Também foi determinado que seja notificado o representante legal da Amazon Nat, empresa responsável pelo serviço de transporte em Barcarena, para que em até 10 dias, ele preste esclarecimentos sobre o caso. E ainda, o Promotor pede que esta portaria seja enviada à imprensa para ampla divulgação, e possa encorajar as vítimas a apresentarem documentos e esclarecimentos que possam contribuir para a apuração do inquérito.

Fonte: Pará – O Liberal.com 

DEIXE AQUI SEU COMENTÁRIO
📢 Quer ficar por dentro das últimas notícias em primeira mão? Não perca tempo! Junte-se ao nosso canal no WhatsApp e esteja sempre informado. Clique no link abaixo para se inscrever agora mesmo:
- Publicidade -spot_img
- Publicidade -spot_img

Últimas notícias

Acessibilidade