sexta-feira, julho 19, 2024
31.9 C
Portel

Quatro dicas para declarar o automóvel no Imposto de Renda

A Receita Federal espera receber, no mínimo, 38,5
milhões de declarações de pessoas físicas. É obrigatório realizar a declaração
do Imposto de Renda quem teve rendimentos acima de R$ 28.559,70 em 2022.
O prazo para entrega do Imposto de Renda vai até 31 de maio de 2023. Quem vende automóveis
precisa declarar o valor, se teve lucro. Caso não o faça, pode cair na malha
fina. E Luca Cafici, CEO da InstaCarro, startup que conecta interessados em
vender veículos com lojistas de todo Brasil, dá dicas de como declarar de
maneira correta a venda e a compra de veículos. Confira a seguir:
ISENÇÃO – Para ter a obrigatoriedade de declaração
para o Imposto de Renda, a venda deve ser superior a R$ 35 mil. Porém, mesmo
sem contribuir, é necessário realizar o descritivo da venda do automóvel. Caso
o vendedor não tenha preenchido o GCAP referente a 2022, a pessoa tem
que informar o valor no campo “Rendimentos Isentos e Não Tributáveis”, com o
código 05 (que é o ganho de capital na alienação de bem com valor até R$ 20
mil, para ações alienadas no mercado de balcão; e R$ 35 mil, nos demais casos).
Depois informe o valor no campo “Valor informado pelo contribuinte” e finalize
a ficha. Se preencheu o GCAP, na declaração escolha a opção “Importação do
GCAP”, na aba “Ganhos de Capital”.
VENDA DE CARRO – Na hora de fazer a declaração, ao
importar os dados de 2022, o veículo vendido ainda constará no
documento. Então, o contribuinte precisa dar baixa no automóvel no campo “Bens
e Direitos”. No campo “Discriminação”, é necessário colocar o carro que foi
vendido, o valor e o comprador (CPF se for pessoa física; ou CNPJ se for loja
ou empresa). Após isso, altere o “Situação em 31/12/ ano em questão” para zero.
NÃO DECLARAÇÃO – Quando mandar a declaração de
Imposto de Renda e não colocar a venda do veículo, o contribuinte deverá arcar
com multas e juros. O valor da primeira é de 0,33%/dia sobre o valor do
imposto, com limitação de 20% do total. Já os juros são sobre a variação da
taxa Selic, mas é possível fazer o cálculo no programa Sicalc, da Receita
Federal.
CARRO ANTIGO – Automóveis antigos são muito
valorizados, pois existem muitos colecionadores no Brasil atrás de veículos
históricos. Pra declarar o ganho, caso tenha, é preciso acessar o Programa de
Apuração de Ganhos de Capital, que é usado pra recolher imposto sobre o
lucro de bens. E ele tem que ser preenchido até um mês após a venda do
automóvel. O programa pode ser acessado pelo site da Receita Federal e auxilia
no registro de informações, exportando o arquivo para anexar no Imposto de
Renda.
VEJA MAIS NO SITE DO AUTO DESTAQUE.

Fonte: DOL – Diário Online – Portal de NotÍcias 

DEIXE AQUI SEU COMENTÁRIO
📢 Quer ficar por dentro das últimas notícias em primeira mão? Não perca tempo! Junte-se ao nosso canal no WhatsApp e esteja sempre informado. Clique no link abaixo para se inscrever agora mesmo:
- Publicidade -spot_img
- Publicidade -spot_img

Últimas notícias

Acessibilidade