sexta-feira, junho 14, 2024
26.4 C
Portel

Piso da enfermagem: gestores têm até 15/01 para atualizações

Os gestores de saúde de cada localidade do Brasil estão sendo alertados para a importância do cadastro e atualização dos dados dos profissionais da enfermagem até o dia 15 de janeiro. O Ministério da Saúde, por meio do Fundo Nacional de Saúde (FNS), anunciou a reabertura do prazo para a inclusão de informações referentes ao levantamento janeiro 2024. A realização desse cadastro é feita por meio do sistema InvestSUS, plataforma responsável pelo controle dos repasses complementares da União relacionados ao pagamento do piso salarial da categoria.Conteúdos relacionados:STF mantém regionalização do piso da enfermagem Piso da Enfermagem: Prefeitura de Belém fará novo pagamento O conselheiro do Conselho Federal da Enfermagem (Cofen), Daniel Menezes, destaca a importância de valorizar o piso salarial e apela para a colaboração de todos os envolvidos na correta implementação do que foi estabelecido. “A grande questão do financiamento, do custeio está sendo implementada e a gente tem a expectativa para que, de fato, façam justiça social para essa profissão tão importante para o nosso país”, alerta ele.Quer ver mais notícias do Brasil? Acesse nosso canal no WhatsApp.No ano anterior, em 2023, o Fundo Nacional de Saúde executou os recursos complementares destinados ao pagamento do piso salarial da enfermagem, repassando-os aos fundos estaduais e municipais de saúde através de transferências na modalidade Fundo a Fundo, em contas específicas.A responsabilidade pelo pagamento dos colaboradores diretos, sejam servidores ou empregados, assim como a transferência dos recursos às entidades privadas contratualizadas ou conveniadas que atendam, no mínimo, 60% de seus pacientes pelo Sistema Único de Saúde (SUS), recai sobre os gestores estaduais, municipais e do Distrito Federal.A Confederação Nacional de Municípios (CNM), representando mais de 5,2 mil municípios, ressalta a importância de os gestores municipais permanecerem atentos às novas orientações. A entidade destaca sua atuação constante na busca pela correta implementação do piso salarial e alerta que a falta de informações pode causar atrasos nos pagamentos dos profissionais.Para efetuar a atualização dos dados, os responsáveis podem escolher entre duas opções: a atualização individual, que permite revisões detalhadas e específicas de cada registro, ou a atualização por lote, que facilita o carregamento de uma planilha com todos os dados atualizados.O Conselho Federal de Enfermagem (Cofen) disponibilizou um canal direto para apoiar os profissionais com dificuldades resultantes da desatualização de dados no InvestSUS. Basta enviar um e-mail para verifica.sus@cofen.gov.br, contendo nome completo e CPF, para confirmar as informações, em caso de inconsistência.

Fonte: DOL – Diário Online – Portal de NotÍcias 

DEIXE AQUI SEU COMENTÁRIO
📢 Quer ficar por dentro das últimas notícias em primeira mão? Não perca tempo! Junte-se ao nosso canal no WhatsApp e esteja sempre informado. Clique no link abaixo para se inscrever agora mesmo:
- Publicidade -spot_img
- Publicidade -spot_img

Últimas notícias

Acessibilidade