segunda-feira, junho 17, 2024
24 C
Portel

IBGE volta a usar termo “favela” após 32 anos

Após muitas discussões com institutos e representantes de movimentos sociais, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) anunciou nesta terça-feira (23) que o termo “favelas” voltará a ser usado nas pesquisas do Censo a partir de agora. Desde 1991, o termo utilizado era “aglomerados subnormais”, após discussões, o IBGE atendeu a reivindicação da população e passa a usar “favelas e comunidades urbanas”. CONTEÚDO RELACIONADO Censo 2022: número de idosos e de mulheres cresce no ParáCenso 2022: quase 70% das pessoas no Pará são pardasApesar da mudança do termo, o instituto ressaltou que não há alteração nos critérios de identificação e mapeamento dessas regiões que embasaram o Censo Demográfico de 2022. “Trata-se da adoção de um novo nome e da reescrita dos critérios, refletindo uma nova abordagem do instituto sobre o tema”, apontou o IBGE.Conforme o coordenador de Geografia da Diretoria de Geociências do IBGE, Cayo de Oliveira Franco, o Censo 2022 vai ser divulgado no segundo semestre deste ano “de forma condizente com os critérios utilizados para a identificação, o mapeamento e a coleta censitária”. Quer mais notícias do Brasil? Acesse o nosso canal no WhatsApp!”A nova nomenclatura foi escolhida a partir de estudos técnicos e de consultas a diversos segmentos sociais, visando garantir que a divulgação dos resultados do Censo 2022 seja realizada a partir da perspectiva dos direitos constitucionais fundamentais da população à cidade”, afirmou Cayo de Oliveira Franco. 

Fonte: DOL – Diário Online – Portal de NotÍcias 

DEIXE AQUI SEU COMENTÁRIO
📢 Quer ficar por dentro das últimas notícias em primeira mão? Não perca tempo! Junte-se ao nosso canal no WhatsApp e esteja sempre informado. Clique no link abaixo para se inscrever agora mesmo:
- Publicidade -spot_img
- Publicidade -spot_img

Últimas notícias

Acessibilidade