sexta-feira, junho 14, 2024
26.4 C
Portel

Família está à procura de homem desaparecido em Marabá

Brasil registra mais de 200 desaparecidos por dia, de acordo com os dados mais recentes do Fórum Brasileiro de Segurança Pública (FBSP). Apenas em 2022, 74 mil brasileiros perderam contato com seus familiares.Em Marabá, sudeste do estado, uma família vive dias de angústia e aflição com o desaparecimento de um parente. Francisco Pereira da Silva, de 39 anos, está desaparecido desde o último dia 3.A aposentada Maria de Fátima Pereira da Silva, mãe de Francisco, contou que o filho saiu por volta de 16h, da residência da família, na Folha 35, Quadra 02, Lote 03, próximo a igreja católica, na Nova Marabá, sem dizer para onde iria e não mais retornou.LEIA TAMBÉM:Acusado de violência sexual no TO é preso no sul do PAVídeo: colisão entre carro e moto resulta na morte de jovemBorracheiro é encontrado morto, totalmente nu, em residênciaA idosa afirma que o filho tem depressão e que já desapareceu outras vezes, mas nunca havia ficado muitos dias fora de casa. “Eu já procurei em todos os locais, onde as pessoas dizem que ele pode estar, mas até agora não o encontrei. Já não sei nem mais onde procurar”, desabafou Maria de Fátima, desesperada.A mulher disse ainda que o filho tem depressão e faz uso de bebida alcoólica e droga. Maria de Fátima já procurou no Hospital Municipal de Marabá (HMM) e no Instituto Médico Legal (IML), mas não teve informações que levassem ao paradeiro do filho.Quando desapareceu ele estava trajava bermuda, camisa escura e sandália branca. Quem tiver informações que levem ao paradeiro de Francisco Pereira da Silva pode ligar para o telefone de Maria de Fátima: (94) 99157-2228. 

Fonte: DOL – Diário Online – Portal de NotÍcias 

DEIXE AQUI SEU COMENTÁRIO
📢 Quer ficar por dentro das últimas notícias em primeira mão? Não perca tempo! Junte-se ao nosso canal no WhatsApp e esteja sempre informado. Clique no link abaixo para se inscrever agora mesmo:
- Publicidade -spot_img
- Publicidade -spot_img

Últimas notícias

Acessibilidade