sábado, maio 25, 2024
23.2 C
Portel

Cantor Bruno se manifesta após ser transfóbico com repórter

O cantor Bruno, da dupla com Marrone, após polêmica de transfobia envolvendo a repórter da Rede TV, Lisa Gomes, publicou um vídeo nas redes sociais, na noite da última segunda-feira (15), para pedir perdão.
Polêmica
Durante um evento no Villa Country, em São Paulo, na última sexta-feira (12), o cantor Bruno constrangeu a repórter Lisa Gomes, que é uma mulher trans, ao questionar “você tem pau?” 
“Estou à base de calmantes desde sexta. Sei que a gente enfrenta preconceito a vida inteira, mas o ocorrido fez eu me sentir invadida. Para as pessoas pode parecer uma bobagem, mas não é”, desabafou Lisa.
Retratação
Diante da repercussão negativa, Bruno decidiu pedir desculpas à jornalista por meio de vídeo publicado no Instagram. Além do pedido de perdão a repórter, ele classificou seu ato como “infantil e inconsequente”.
“Eu tô aqui pra pedir desculpas para a Lisa Gomes pelo que eu perguntei pra ela. Fui totalmente infantil, fui totalmente inconsequente e eu quero pedir desculpa. Acho que não tem como voltar no tempo e [é] pedir perdão pra ela, tá? Perdão, Lisa Gomes.”
Confira: Ver essa foto no Instagram Uma publicação compartilhada por Brunodobem Bruno Felix (@brunodobem)
Agradecimento
Lisa Gomes também se pronunciou e usou o Instagram para agradecer as mensagens de apoio após o episódio. Ela também afirmou que a atitude do cantor a fez se sentir “violada”.
“Agradecer o carinho de vocês, o acolhimento. Senti esse abraço e acolhimento de longe, mas eu não posso deixar de falar que foi horrível o que eu passei. Foi horrível o que eu escutei porque me trouxe a um lugar que eu não gostaria. Quando a gente passa por um processo de transição, é um processo muito doloroso, muito difícil, porque eu nunca soube lidar bem com a aceitação do corpo. Tudo isso que vocês já conhecem em relação a mulheres trans. De forma mais clara, que a gente nasce em corpo errado.” Disse Lisa.
“Me senti invadida, senti a minha intimidada exposta de uma forma que eu não gostaria que fosse. Então, tudo isso me fez muito mal, tudo isso me fez voltar a um lugar que eu não gostaria. Quando vem de um artista tão consagrado e querido do público, porque como cantor eu acho ele sensacional, tem uma voz incrível, mas no mais não tem o que falar. Eu me senti desrespeitada por você, sim, Bruno. Eu não gostaria que você sentisse isso também porque é muito ruim”, completou.
Na ocasião, Lisa pediu que Bruno reconheça que errou e não tenha pedido perdão da boca para fora. “Acho que a retratação maior é reconhecer mesmo que fez não foi legal, machucou, incomodou não só a mim, mas toda uma comunidade, que luta por respeito, espaço no mercado de trabalho. Eu, hoje, sirvo de representatividade para tantas meninas, mulheres transexuais que querem entrar nesse mercado de trabalho. É isso que eu faço”, destacou.
Apoio da RedeTV
Lisa também agradeceu o apoio da Rede TV que respeitou sua decisão de não levar a matéria ao ar. “Quero agradecer também a RedeTV! pelo apoio, que sempre foi muito incrível comigo. Obrigada por me abraçar. Eu só tenho a agradecer o carinho de todos vocês. Eu não tenho o que falar de vocês”, declarou.
“Transfobia é crime”: Lisa encerrou sua manifestação exigindo respeito às mulheres trans. “Transfobia não é opinião, é crime”, finalizou.
Confira: Ver essa foto no Instagram Uma publicação compartilhada por Lisa Gomes 🌈 (@soulisagomes)

Fonte: DOL – Diário Online – Portal de NotÍcias 

DEIXE AQUI SEU COMENTÁRIO
📢 Quer ficar por dentro das últimas notícias em primeira mão? Não perca tempo! Junte-se ao nosso canal no WhatsApp e esteja sempre informado. Clique no link abaixo para se inscrever agora mesmo:
- Publicidade -spot_img
- Publicidade -spot_img

Últimas notícias

Acessibilidade