sábado, maio 25, 2024
23.2 C
Portel

Bebês recém-nascidos de detentas ganham ensaio fotográfico

Os Bebês das detentas do Centro Prisional Feminino de Cariacica, em Vitória, no Espírito Santo, ganharam um ensaio fotográfico para registrar a fase da vida dos recém-nascidos e fortalecer o vínculo entre mãe e filho. A ação faz parte do projeto “Da gestação para a vida”, que teve início em 2019. A unidade prisional disponibilizou diversos cenários com roupas, mantas, brinquedos e tapetes para o ensaio.
Segundo Graciele Sonegheti Fraga, diretora do centro prisional, a iniciativa tem como objetivo “fazer com que as crianças tenham uma memória desta fase da vida. É uma forma de minimizar o dano provocado pela condição de prisão das mães. Ao mesmo tempo, promovemos o estreitamento dessa relação afetiva e o fortalecimento do vínculo mãe e filho”.
O ensaio foi realizado de maneira voluntária pela fotógrafa Luana Andrioli, que se mostrou satisfeita em colaborar com o projeto: “Fico muito feliz por colaborar com o projeto. Cada vez que vou até o presídio para fotografar os bebês, saio diferente. É sempre um aprendizado. O amor toma conta daquele lugar, pois o bem está presente nos corações de quem se une a favor do próximo. É uma ação que dá mais sentido a minha vida”, disse a profissional.VEJA AS FOTOS: 

|

Texto Auxiliar: Alinhamento Texto Auxiliar: Link Externo: Alinhar à esquerda: Alinhar à direita: Alinhar ao centro: Fullscreen: Fullscreen Exit: Conteúdo Sensível:

  

|

Texto Auxiliar: Alinhamento Texto Auxiliar: Link Externo: Alinhar à esquerda: Alinhar à direita: Alinhar ao centro: Fullscreen: Fullscreen Exit: Conteúdo Sensível:

  

|

Texto Auxiliar: Alinhamento Texto Auxiliar: Link Externo: Alinhar à esquerda: Alinhar à direita: Alinhar ao centro: Fullscreen: Fullscreen Exit: Conteúdo Sensível:

  

|

Texto Auxiliar: Alinhamento Texto Auxiliar: Link Externo: Alinhar à esquerda: Alinhar à direita: Alinhar ao centro: Fullscreen: Fullscreen Exit: Conteúdo Sensível:

  

|

Texto Auxiliar: Alinhamento Texto Auxiliar: Link Externo: Alinhar à esquerda: Alinhar à direita: Alinhar ao centro: Fullscreen: Fullscreen Exit: Conteúdo Sensível:

  
De acordo com a Secretaria de Justiça do estado, as internas permanecem em companhia dos filhos pelo período mínimo de seis meses. Após o tempo legal, a guarda provisória das crianças é concedida a um familiar, com a anuência do Poder Judiciário. A interna Jessica Raiany destacou a importância do projeto: “Fiquei surpresa com a iniciativa da unidade prisional. O projeto é muito importante para nós, pois estamos privadas de liberdade e não teríamos como registrar esse momento. Será uma recordação dessa fase da vida para nossos bebês. As fotos ficaram lindas. São fotos profissionais, dignas de príncipes e princesas”.LEIA TAMBÉM:+ Vaga na Copa do Brasil é mais do que prêmio de consolação+ Direito ao voto feminino no Brasil completa 90 anos+ Jader cobra solução para conexão nas escolas ruraisCom informações de Correio Brasiliense

Fonte: DOL – Diário Online – Portal de NotÍcias 

DEIXE AQUI SEU COMENTÁRIO
📢 Quer ficar por dentro das últimas notícias em primeira mão? Não perca tempo! Junte-se ao nosso canal no WhatsApp e esteja sempre informado. Clique no link abaixo para se inscrever agora mesmo:
- Publicidade -spot_img
- Publicidade -spot_img

Últimas notícias

Acessibilidade