sexta-feira, junho 14, 2024
26.4 C
Portel

Secura vaginal tem motivos e cura. Fique atenta!

Se você enfrenta desconforto vaginal, coceira, corrimento ou dor durante o sexo, esses sintomas podem ser indicativos de ressecamento vaginal. No entanto, fique tranquila que esses sintomas são comuns e tratáveis. Continue a leitura para mais informações detalhadas sobre o assunto.
Para quem não sabe, o ressecamento vaginal pode ter origens físicas ou psicológicas, sendo fortemente influenciado pelos níveis do hormônio estrogênio, que variam ao longo da vida. Além disso, medicamentos, incluindo contraceptivos orais, podem contribuir para o ressecamento. É essencial compreender essas causas para tratar adequadamente o problema.Conteúdos relacionados Síndrome da vagina morta existe? saiba mais sobre a polêmica Sinais da vagina para procurar ajuda médica urgente
Impacto nos Relacionamentos e Desejo Sexual:
A falta de lubrificação durante o sexo pode afetar a qualidade da vida sexual. Questões como falta de excitação, baixa libido e desconforto podem surgir. A compreensão do ciclo hormonal, com variações no desejo ao longo do mês, destaca a complexidade do desejo sexual feminino e a importância de estar atento a essas flutuações.
Tratamentos e Soluções:
Para combater o ressecamento vaginal, é crucial abordar as causas subjacentes. Alternativas de medicamentos, como ajustes na contracepção, e opções de tratamento hormonal, como lubrificantes, hidratantes e terapia sistêmica, podem ser consideradas. Além disso, a comunicação aberta com o parceiro sobre preferências sexuais desempenha um papel significativo na melhoria da experiência.Quer saber mais sobre as notícias de saúde? Acesse nosso canal no Whatsapp
Uso Adequado de Lubrificantes:
Estudos destacam a eficácia dos lubrificantes na promoção do prazer sexual e na satisfação. No entanto, é essencial escolher produtos à base de água ou silicone para garantir segurança, especialmente com o uso de preservativos. Evitar produtos à base de óleo é fundamental, pois podem causar danos e aumentar o risco de complicações, como vaginite bacteriana. Optar por lubrificantes orgânicos ou à base de água, sem aditivos, é uma opção mais segura e natural.

Fonte: DOL – Diário Online – Portal de NotÍcias 

DEIXE AQUI SEU COMENTÁRIO
📢 Quer ficar por dentro das últimas notícias em primeira mão? Não perca tempo! Junte-se ao nosso canal no WhatsApp e esteja sempre informado. Clique no link abaixo para se inscrever agora mesmo:
- Publicidade -spot_img
- Publicidade -spot_img

Últimas notícias

Acessibilidade