segunda-feira, julho 15, 2024
34.4 C
Portel

Paysandu procura “camisa 9” e expõe saída de Leo Baiano

Atravessando uma sequência de grandes jogos decisivos, o elenco do Paysandu se mantém focado para não perder a intensidade e errar no planejamento traçado pelo departamento de futebol alviceleste. Embora esteja participando simultaneamente de três competiçoes (Campeonato Paraense, Copa Verde e Copa do Brasil), o foco maior do Papão na temporada é o sonhado retorno para a Série B de 2024.Leia também:Paysandu vence o Águia de Marabá em jogo polêmicoPaysandu: “Super” Mario se isola na artilharia do ParazãoConfiante, Marcio Fernandes se recusa a falar de arbitragemCom o intuito de chegar cada vez mais forte na terceira divisão nacional, o vice-presidente bicolor Roger Aguilera, informou que o clube segue no mercado e busca mais um centro-avante. “Estamos na iminência de trazer um camisa 9, mas não é fácil, pois é uma posição que vários clubes do Brasil têm dificuldade, mas às vezes conseguimos pegar um jogador de Série B e Série A que está encostado, para jogar uma Série C que tem um nível abaixo dessas duas competições. Temos alguns nomes encaminhados”, disse. View this post on Instagram A post shared by Paysandu Sport Club (@paysandu)
Nos últimos dias, o Paysandu chegou a ficar próximo de algumas aquisições consideradas de peso no mercado, mas não medirá esforços para suprir os anseios do torcedor. “Quem tem uma torcida como a do Paysandu não pode pensar em economia, pois a torcida paga. Aliás, o time bom se paga, na verdade. O torcedor está esperando e a gente já está cansado de disputar a Série C e temos que fazer todo o esforço possível. Contratação, nesse momento, se pintar um atleta bom, nós iremos trazer”, destacou Roger.
No entanto, uma notícia pegou a todos de surpresa: a saída do recém-contratado Leo Baiano. Sobre isso, Roger Aguilera deu uma explicação.”Leo Baiano era um atleta que saiu do Paysandu e sempre tivemos contato. No final do ano passado tentamos trazer ele, mas acabou não dando certo. Agora que ele conseguiu a liberação, ele veio, se apresentou e acabou passando por um problema pessoal. Não teve nada de outro clube, mas sim, infelizmente, foi um assunto delicado e temos que pensar no ser humano”, concluiu.

Fonte: DOL – Diário Online – Portal de NotÍcias 

DEIXE AQUI SEU COMENTÁRIO
📢 Quer ficar por dentro das últimas notícias em primeira mão? Não perca tempo! Junte-se ao nosso canal no WhatsApp e esteja sempre informado. Clique no link abaixo para se inscrever agora mesmo:
- Publicidade -spot_img
- Publicidade -spot_img

Últimas notícias

Acessibilidade