quarta-feira, maio 22, 2024
24.9 C
Portel

Passista se interna para operar útero e tem braço amputado

A passista da Acadêmicos do Grande Rio, Alessandra dos Santos Silva, teve sua vida paralisada devido a um procedimento cirúrgico que está sendo investigado pela Secretaria Estadual de Saúde do Rio e a Polícia Civil do Rio de Janeiro.
Alessandra foi internada para a retirada miomas no útero e acabou tendo o braço esquerdo amputado pelos médicos. O sofrimento da jovem começou em agosto de 2022. Ela sentiu dores pélvicas e sangramentos. Exames diagnosticaram miomas no útero e recomendam a retirada.Paraense presa na Indonésia pode ser condenada à morte Em janeiro, ela recebe uma ligação do Hospital da Mulher Heloneida Studart, em São João de Meriti, na Baixada Fluminense, convocando-a para a cirurgia. No mês seguinte a modelo se interna e é operada pela manhã. Já a noite, os médicos detectam uma hemorragia e a família é avisada de que terá de fazer em Alessandra uma histerectomia total – a retirada completa do útero.
Segundo os parentes, Alessandra foi intubada e estava com as pontas dos dedos escurecidas. Além disso, braços e pernas estavam enfaixados. Segundo a mãe, falaram que a paciente “estava com frio”.Brasileiras presas na Alemanha contraíram infecção de pele
Na manhã seguinte, a família foi novamente avisada de que Alessandra teria que ser transferida para o Instituto Estadual de Cardiologia Aloysio de Castro (Iecac), em Botafogo para realizar um procedimento de drenagem no braço. Porém a drenagem não deu certo e a vida de Alessandra corria sérios riscos.Com isso, a família autoriza a amputação do membro. Em fevereiro, Alessandra é extubada e recebe alta. Agora, os parentes de Alessandra entraram na justiça para entender se houve ou não erro médico no momento da cirurgia.Brasileiros presos em guerra no Sudão iniciam fuga do país
Em nota a Secretaria Estadual de Saúde informou que vai abrir uma sindicância para apurar o que aconteceu no Hospital da Mulher Heloneida Studart.
Já a Polícia Civil informou que o caso foi registrado na 64ª DP (São João de Meriti) e que os agentes requisitaram o laudo médico de atendimento na unidade para fazer uma análise sobre o caso.A escola de samba usou as redes socais para informar que está acompanhando o caso da passista de perto.Confira o post:

Fonte: DOL – Diário Online – Portal de NotÍcias 

DEIXE AQUI SEU COMENTÁRIO
📢 Quer ficar por dentro das últimas notícias em primeira mão? Não perca tempo! Junte-se ao nosso canal no WhatsApp e esteja sempre informado. Clique no link abaixo para se inscrever agora mesmo:
- Publicidade -spot_img
- Publicidade -spot_img

Últimas notícias

Acessibilidade