quarta-feira, maio 22, 2024
24.9 C
Portel

Militares brasileiros se preparam para exercício combinado com Exército americano

Pela primeira vez, a Amazônia receberá um exercício da Combined Operation and Rotation Exercise (CORE 23), que é feito em parceria e com a participação do Exército dos Estados Unidos. Assim, militares do 52º Batalhão de Infantaria de Selva (52º BIS), em Marabá, sudeste do Estado, participam essa semana mais uma etapa da chamada Operação Munduruku III, que é uma preparação para a tropa que vai participar do exercício bilateral. O treinamento termina hoje (19).

O início da Operação, no último dia 15, foi marcado por uma formatura de apronto operacional da Força Tarefa (FT), composta por 387 militares. Destes, 246 são do 52ª BIS. A atividade foi presidida pelo General de Brigada Eduardo da Veiga Cabral, Comandante da 23ª Brigada de Infantaria de Selva, que, juntamente com o Estado-Maior, fez a inspeção do efetivo e dos diversos materiais de emprego militar, tais como veículos, armamentos e material de apoio de saúde. “Nós estamos realizando a verificação do apronto operacional visando a Operação CORE 23. Acompanhamos a preparação da FT do 52º BIS e, nesta semana, a Operação Munduruku III tem o objetivo de preparar essa tropa para o exercício combinado”, destaca o General.

Ao longo da semana, os militares receberam instruções voltadas ao adestramento de diversas táticas e procedimentos. À Companhia de Comando e Apoio do 52º BIS, que também participa dos treinamentos coube a montagem de instalações da Área de Trem Única, com a finalidade de dar suporte para a tropa em situação de combate, além de outras atividades.

O Capitão Caio Vitor Stallaiken Cabral Lima, subcomandante da 1ª Companhia de Fuzileiros de Selva, acompanhou de perto o treinamento da tropa que participou do exercício combinado. “Visando a preparação e o adestramento para a Operação CORE, estamos realizando uma infiltração aeromóvel, uma marcha e ataque coordenado. Em uma 2ª fase, realizamos um ataque à localidade”, detalhou o capitão.

A execução da CORE 23 está prevista para ser realizada nos meses de outubro e novembro de 2023. O Comando Militar do Norte será o anfitrião de mais de 300 militares do Exército Americano. Ao todo, serão cerca de 20 dias de atividades operacionais concentradas nos estados do Pará e Amapá.

Fonte: Pará – O Liberal.com 

DEIXE AQUI SEU COMENTÁRIO
📢 Quer ficar por dentro das últimas notícias em primeira mão? Não perca tempo! Junte-se ao nosso canal no WhatsApp e esteja sempre informado. Clique no link abaixo para se inscrever agora mesmo:
- Publicidade -spot_img
- Publicidade -spot_img

Últimas notícias

Acessibilidade