sábado, maio 25, 2024
23.2 C
Portel

Grupo BBF duplicou o número de empregos no Pará desde 2020

Desde o início da sua atuação no Estado do Pará, O Grupo BBF (Brasil BioFuels), maior produtor de óleo de palma da América Latina, já dobrou o número de colaboradores ativos no Estado. A empresa se destaca como uma das grandes geradoras de oportunidades na região Norte do país, com mais de 6 mil empregos diretos e 18 mil indiretos. No Pará, O Grupo BBF está presente nos municípios do Acará, Moju, Concórdia e Tome-Açu.
“Desde 2020, tivemos um grande salto no número de colaboradores no Pará, aumentando em 2 vezes nosso quadro de colaboradores, passando de 2.500, para 5.037 em 2023. Agora, nossa expectativa é dobrar o número atual nos próximos anos”, afirma o CEO do Grupo BBF, Milton Steagall.
Atualmente, cerca de 29,6 milhões de pessoas vivem na região amazônica, segundo o Instituto Brasileiro de Pesquisa e Estatística (IBGE). Para o Grupo BBF é fundamental criar oportunidades de emprego e renda para essa população, desde que se mantenha a floresta em pé. 

|

Texto Auxiliar: Alinhamento Texto Auxiliar: Link Externo: Alinhar à esquerda: Alinhar à direita: Alinhar ao centro: Fullscreen: Fullscreen Exit: Conteúdo Sensível:

  
“A gente só vai ter um país justo e falar de impedir o desmatamento quando pudermos oferecer emprego para essa população. Temos 31 milhões de hectares passíveis de ser recuperados com a palma de óleo na região amazônica e a palma não pode ser mecanizada, o que fixa o homem no campo. Esse trabalho é importante porque é inclusivo”, afirma Steagall.
Legislação rígida
O grande diferencial da produção brasileira da palma de óleo está no rigor da legislação nacional. O seu cultivo segue o Zoneamento Agroecológico da Palma de Óleo, definido pelo Governo Federal no decreto 7.172 de maio de 2010. As áreas aptas ao cultivo sustentável da palma de óleo na região Amazônica foram definidas em um trabalho robusto desenvolvido pela Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa). 

|

Texto Auxiliar: Alinhamento Texto Auxiliar: Link Externo: Alinhar à esquerda: Alinhar à direita: Alinhar ao centro: Fullscreen: Fullscreen Exit: Conteúdo Sensível:

  
Essa legislação, considerada uma das mais severas do mundo, permite que a palma de óleo seja cultivada apenas em áreas degradadas da região amazônica até dezembro de 2007. Ao todo, cerca de 30 milhões de hectares no Brasil estão aptos a cultivar o dendezeiro, mas apenas 200 mil, aproximadamente, efetivamente cultivam a planta na atualidade. “A partir do Zoneamento Agroecológico da Palma de Óleo foi possível iniciar as nossas operações e investimentos no cultivo de uma planta que permite a recuperação da floresta e o desenvolvimento socioeconômico em regiões carentes de empregos e infraestrutura”, explica o CEO.
Agricultura familiar
Além do cultivo sustentável da palma de óleo em mais de 75 mil hectares plantados em terras próprias, ao Grupo BBF possui o Programa de Agricultura Familiar, que incentiva mais de 400 agricultores familiares no Estado do Pará com o fornecimento de mudas, permuta para compra de fertilizantes com preços acessíveis, assistência técnica com especialistas no cultivo de dendê, além de auxílio para crédito bancário, estímulo a melhoria contínua e garantia de compra dos frutos a preços competitivos. Em 2022, as famílias das regiões de Tomé-Açu, Acará, Concórdia e Moju comercializaram mais de 37 mil toneladas de palma de óleo para a companhia, garantindo uma receita de mais de R$ 30 milhões no último ano.
Para dona Maria Antônia da Silva, que faz parte do programa de Agricultura Familiar do Grupo BBF, essa é uma conquista jamais vista em seus mais de 30 anos como agricultora familiar. “Foi graças à BBF que conseguimos este recorde histórico no cultivo de dendê. Todo agricultor produz com amor e garra, mas sem suporte não temos como garantir uma produção com alta qualidade. Então, essa é uma conquista de todos nós.”, destaca dona Maria Antônia.
Ações são voltadas às comunidades
Só durante o ano de 2022, o Grupo BBF realizou mais de 40 ações voltadas para as comunidades dos municípios do Vale do Acará, como construção de pontes, manutenção de estradas vicinais, ampliação da cobertura 4G, entre outras benfeitorias.
Entre os destaques das benfeitorias em infraestrutura e serviços, estão as construções de 9 pontes, a manutenção de mais de 650 quilômetros de estradas vicinais, construção de poços artesianos, estruturas de caixas d´água para as comunidades, cursos profissionalizantes, palestras de preservação ambiental em escolas públicas, assistência técnica de fitossanidade aos agricultores da região, entre outros. 

|

Texto Auxiliar: Alinhamento Texto Auxiliar: Link Externo: Alinhar à esquerda: Alinhar à direita: Alinhar ao centro: Fullscreen: Fullscreen Exit: Conteúdo Sensível:

  
“O Grupo BBF reforça o compromisso com as pessoas e comunidades no entorno de suas operações, investindo em benfeitorias e assistência contínua aos agricultores familiares”, diz Steagall.
Sobre o Grupo BBF
O Grupo BBF (Brasil BioFuels), empresa brasileira fundada em 2008, é a maior produtora de óleo de palma da América Latina, com área cultivada superior a 75 mil hectares e produção de cerca de 200 mil toneladas/ano de óleo. A empresa é pioneira na criação de soluções sustentáveis para a geração de energia renovável nos sistemas isolados, com usinas termelétricas movidas a biocombustíveis produzidos na região. Sua atividade agrícola recupera áreas que foram degradadas até 2007 na Amazônia, seguindo o Zoneamento Agroecológico da Palma de Óleo (ZAE), aprovado pelo Decreto 7.172 do Governo Federal, de 7 de maio de 2010. 

|

Texto Auxiliar: Alinhamento Texto Auxiliar: Link Externo: Alinhar à esquerda: Alinhar à direita: Alinhar ao centro: Fullscreen: Fullscreen Exit: Conteúdo Sensível:

  
O Grupo BBF criou um modelo de negócio integrado em que atua do início ao fim da cadeia de valor – desde o cultivo sustentável da palma de óleo, extração do óleo bruto, produção de bicombustíveis, biotecnologia e geração de energia renovável – com ativos totalizando cerca de R$ 2,1 bilhões e atividades gerando mais de 6 mil empregos diretos na região Norte do Brasil. As operações do Grupo BBF estão situadas nos estados do Acre, Amazonas, Rondônia, Roraima e Pará, compreendendo 38 usinas termelétricas (25 em operação e 13 em implementação), 3 unidades de esmagamento de palma de óleo, uma extrusora de soja e uma indústria de biodiesel.
A empresa está expandindo sua oferta de biocombustíveis e firmou parcerias para produção de Combustível Sustentável de Aviação (SAF) e de Óleo Vegetal Hidrotratado (HVO), também chamado de diesel verde. Os novos combustíveis sustentáveis serão produzidos a partir de 2025 na primeira biorrefinaria do país, em fase de construção na Zona Franca de Manaus.

Fonte: DOL – Diário Online – Portal de NotÍcias 

DEIXE AQUI SEU COMENTÁRIO
📢 Quer ficar por dentro das últimas notícias em primeira mão? Não perca tempo! Junte-se ao nosso canal no WhatsApp e esteja sempre informado. Clique no link abaixo para se inscrever agora mesmo:
- Publicidade -spot_img
- Publicidade -spot_img

Últimas notícias

Acessibilidade