sexta-feira, junho 14, 2024
26.4 C
Portel

Fifa multa CBF por briga em jogo entre Brasil e Argentina

Minutos antes do início do jogo entre Brasil e Argentina no Maracanã, em novembro do ano passado, cenas lamentáveis foram vistas nas arquibancadas. Torcedores brasileiros e argentinos no setor Sul do estádio entraram em conflito, lançando objetos uns contra os outros durante a execução do Hino da Argentina. Devido a lamentável situação, a Fifa (Federação Internacional de Futebol) aplicou uma multa de aproximadamente R$ 400 mil (70 mil francos suíços) à CBF (Confederação Brasileira de Futebol) pela briga entre torcedores que antecedeu a partida entre Brasil e Argentina pelas Eliminatórias para a Copa de 2026.CONTEÚDO RELACIONADOTorcedores de Brasil e Argentina caem na porrada no MaracanãPancadaria no Maracanã gera jogo de empurra entre CBF e PMSegundo a Fifa, a multa foi aplicada pela “falha em garantir que a lei e a ordem fossem mantidas no estádio e em seus arredores”.De acordo com o Código de Disciplina da Fifa, as punições previstas, a depender da gravidade, incluem advertência, multa e partidas sem público ou em local neutro. Em casos mais graves, é possível a dedução de pontos ou a exclusão do torneio.A briga nas arquibancadas do estádio atrasou em quase meia hora o início da partida, que terminou com a vitória da Argentina por 1 a 0. As cenas de violência foram vistas desde que os times se perfilaram para a execução dos hinos nacionais no Rio de Janeiro.A confusão foi registrada no setor sul do estádio, atrás de um dos gols, onde havia brasileiros e argentinos. Houve conflito entre torcedores, com intervenção de policiais militares e agentes de segurança que trabalhavam na arena carioca.Os atletas da Argentina, que começavam a se organizar para uma foto posada, perceberam a movimentação e se dirigiram às proximidades do local do entrevero. Marquinhos, o capitão do Brasil, fez gestos na tentativa de acalmar a situação, o que não ocorreu imediatamente. Seguranças usaram seus cassetetes enquanto assentos arrancados da arquibancada eram atirados.Então, o craque Lionel Messi, que se preparava para sua provável última partida como atleta profissional em solo brasileiro, chamou seus companheiros: “Vamos”. Eles se dirigiram ao vestiário, e a realização da partida ficou em dúvida. Após cerca de 20 minutos, porém, já com a briga aparentemente controlada, a equipe de arbitragem comunicou que a bola rolaria.Os jogadores argentinos retornaram ao campo, para novo trabalho de aquecimento, e o apito inicial foi trilado às 21h58, 28 minutos após a programação inicial. Quando o jogo finalmente começou, oito pessoas haviam sido detidas, entre brasileiros e argentinos, e duas haviam sido levadas ao centro médico do Maracanã.Em nota divulgada no dia seguinte à partida, a CBF afirmou que todo o planejamento do jogo foi debatido e aprovado pelo órgãos de segurança do Rio de Janeiro.”Os planos de ação e segurança foram aprovados sem qualquer ressalva ou recomendação pelas autoridades presentes”, escreveu a CBF.Quer saber mais notícias de Esportes? Acesse nosso canal no WhatsApp.

Fonte: DOL – Diário Online – Portal de NotÍcias 

DEIXE AQUI SEU COMENTÁRIO
📢 Quer ficar por dentro das últimas notícias em primeira mão? Não perca tempo! Junte-se ao nosso canal no WhatsApp e esteja sempre informado. Clique no link abaixo para se inscrever agora mesmo:
- Publicidade -spot_img
- Publicidade -spot_img

Últimas notícias

Acessibilidade