quarta-feira, maio 22, 2024
24.9 C
Portel

Família de paciente denuncia descaso na Upa da Cidade Nova

Desespero, angústia e revolta nortearam uma família em busca de um atendimento médico digno para um idoso,  de 71 anos, em uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da Cidade Nova, em Ananindeua, Região Metropolitana de Belém. A denúncia foi feita ao DOL na  tarde deste sábado (20) pela filha do paciente, Caroline Brandão.
Raimundo Brandão deu entrada na unidade de saúde com suspeita de edema pulmonar e sentindo muita dificuldade respiratória. Após receber oxigenoterapia, ele foi entubado e desde então está em estado gravíssimo na UPA, sem data prevista para ser transferido para um hospital de alta complexidade. Desde então já se passarem mais de 72 horas e nenhum leito de UTI foi disponibilizado ao idoso. Segundo Caroline, o horário de visita é muito curto, de apenas 15 minutos, e esse tempo não dá pra saber mais informações sobre o real estado de saúde do idoso. Ainda segundo a filha, os médicos dizem que seu Raimundo precisa urgente de tratamento intensivo, mas até o momento nada foi resolvido. Além disso, o diretor da unidade, identificado como Fábio Fonseca, não atende atende aos apelos dos familiares para agilizar a transferência do paciente.A redação do DOL entrou em contato com a prefeitura de Ananindeua e aguarda retorno.

Fonte: DOL – Diário Online – Portal de NotÍcias 

DEIXE AQUI SEU COMENTÁRIO
📢 Quer ficar por dentro das últimas notícias em primeira mão? Não perca tempo! Junte-se ao nosso canal no WhatsApp e esteja sempre informado. Clique no link abaixo para se inscrever agora mesmo:
- Publicidade -spot_img
- Publicidade -spot_img

Últimas notícias

Acessibilidade