quinta-feira, maio 23, 2024
23.7 C
Portel

Campanha de vacinação contra a febre aftosa inicia em Castanhal e em mais 19 município da região

Iniciou nesta sexta-feira, 05, a etapa maio 2023 da vacinação contra a febre aftosa em Castanhal e mais 19 municípios da região nordeste do estado. Esta é 5º etapa do calendário da Agência de Defesa Agropecuária do Estado do Pará (ADEPARÁ). A Gerência da Agência de Defesa do município realizou uma ação alusiva, no Parque de Exposição Agropecuária de Castanhal com a participação de representantes do poder público local e setor produtivo da região.

A programação contou com palestras dos fiscais agropecuários sobre os programas estaduais de erradicação da febre aftosa, controle da raiva e encefalopatias, controle e erradicação da brucelose e tuberculose, e sobre epidemiologia.

VEJA MAIS

[[(standard.Article) manter off Ministério da Agricultura investiga caso de vaca louca no Pará]]

[[(standard.Article) Setor produtivo aguarda resultado de investigação sobre suspeita de vaca louca no Pará]]

[[(standard.Article) Adepará faz parceria com Maranhão para a retirada da vacinação contra a febre aftosa ]]

A 5º etapa da campanha encerra dia 09 de junho, deverão ser vacinados bovinos e bubalinos de todas as idades. Durante este período, o produtor faz a aquisição e aplicação da vacina, e poderá apresentar o comprovante de vacinação até o dia 23 de junho. Castanhal possui 216.579 bovinos e 2340 bubalinos.

De acordo com a gerente regional de Castanhal da ADEPARA, Jarlyane Sampaio a vacina da raiva deve ser aplicada junto com a da febre aftosa. “Essa exigência é para que a gente possa manter a sanidade do rebanho. Então a nossa orientação ao produtor é que ele compre ao mesmo tempo as duas vacinas. Incentivamos também a vacinação contra brucelose porque o nosso Sistema de Integração Agropecuária (SIAPEC) trava a propriedade caso não tenha vacinado contra essa doença. Então o nosso objetivo é reforçar a importância de ter todas as três vacinas”, explicou.

Expectativa

No final de abril, a ADEPARA apresentou um plano para a retirada da vacinação na Assembleia Legislativa do Estado (Alepa) com o objetivo de obter o status de zona livre da doença sem vacinação. A Agência encaminhou o pedido ao Ministério de Agricultura e Pecuária (MAPA) solicitando a retirada da vacina a partir de 2024.

O Pará já área livre de febre aftosa com vacinação e no ano passado alcançou 98,98% de cobertura vacinal, acima dos 90% estabelecidos pelo Ministério da Agricultura e Pecuária (MAPA), é o que explica a gerente de Defesa Animal da ADEPARA, a fiscal agropecuária Graziela Oliveira.

“Estamos intensificando todas as exigências determinadas pelo MAPA e estamos conseguindo cumprir todas elas quase que em 100% e falta muito pouco para que essa retirada da vacina ocorra. Estamos sem casos de febre aftosa há um logo período e só temos a comemorar”, explicou a gerente de defesa animal da ADEPARA.

O presidente do Sindicato Rural de Castanhal, Almir Campos destaca que a certificação de estado livre da febre aftosa representa a união de esforços de todos os seguimentos da pecuária.

“É gratificante saber que estamos caminhado para ficarmos livres da febre aftosa. Isto é a somatória de esforços de todas as entidades de fiscalização, sindicatos e os próprios pecuaristas que se juntaram, combateram e venceram esse vírus. Hoje o Pará tem o segundo maior rebanho do país e com essa conquista os olhares do mundo se voltam para nós. E Castanhal se torna ainda mais forte no seguimento da comercialização da carne, pois temos quatro grandes frigoríferos que abastecem a capital e toda a Região Metropolitana”, disse Almir Campos.

No Brasil, Santa Catarina, Paraná, Rio Grande do Sul, Acre, Rondônia e partes do Amazonas e do Mato Grosso têm a certificação internacional de zona livre da febre aftosa sem vacinação.

Fonte: Pará – O Liberal.com 

DEIXE AQUI SEU COMENTÁRIO
📢 Quer ficar por dentro das últimas notícias em primeira mão? Não perca tempo! Junte-se ao nosso canal no WhatsApp e esteja sempre informado. Clique no link abaixo para se inscrever agora mesmo:
- Publicidade -spot_img
- Publicidade -spot_img

Últimas notícias

Acessibilidade