segunda-feira, julho 15, 2024
34.4 C
Portel

Bomba! Daniel Alves confirma sexo em novo depoimento

Após algumas mudanças de versões sobre a acusação de estupro, o jogador brasileiro Daniel Alves prestou um novo depoimento à Justiça espanhola, nesta segunda-feira (17). Ele alegou que mentiu em juízo porque queria ocultar a infidelidade de sua então esposa, a modelo espanhola Joanna Sanz. O jogador está preso desde janeiro, na Espanha.
O novo depoimento foi um pedido da defesa do jogador. Ele admitiu que houve penetração, mas alegou que relação com a mulher que lhe acusa de estupro foi consensual. Em falas anteriores, Alves negou a ocorrência de penetração. Inicialmente, havia negado qualquer tipo de contato com a jovem. Após ser confrontado por provas da Promotoria espanhola, o jogador, em uma nova versão, afirmou que a mulher havia feito sexo oral nele. 
Leia também:
Daniel Alves é suspeito de comercializar cigarros na cadeia
Daniel Alves protocola pedido para novo depoimento
Mulher diz em depoimento que Daniel Alves a “machucou muito”
Pela lei espanhola, um acusado pode prestar depoimento sobre o caso pelo qual é julgado quantas vezes quiser. Por isso a juíza aceitou a petição e ouvirá o jogador.
Entenda o caso
O episódio teria ocorrido na madrugada do dia 30 para 31 de dezembro de 2022, na casa noturna Sutton, localizada em Barcelona, na Espanha. Segundo o depoimento da mulher de 23 anos, cujo nome é mantido em sigilo, Daniel Alves flertou com ela e outras duas amigas. O brasileiro teria agarrado a mão da vítima e levou-a ao pênis, repetindo o gesto repetidas vezes, apesar de a jovem resistir. Depois, o jogador pediu para ela segui-lo e a levou ao banheiro da área VIP. A vítima denunciou que foi trancada no local pelo atleta, que a obrigou a fazer sexo e, quando ela resistiu, apanhou.
Daniel Alves deixou o banheiro antes da vítima, deixando a casa noturna com os amigos logo em seguida. A mulher deixou o banheiro chorando e procurou um segurança da casa, que acionou a polícia catalã (Mossos d’Esquadra).
Advogado admite que vítima foi penetrada por Daniel Alves
Daniel Alves diz que não lembra de sexo em boate 
A mulher supostamente estuprada por Daniel Alves foi atendida em uma sala e também foi recebida pelo responsável da casa noturna, que acionou a polícia e uma ambulância. Ela foi transferida para o Hospital Clínic, onde foram feitos exames médicos.
A mulher foi dois dias depois da suposta agressão denunciar os fatos à polícia. Ela entregou o laudo médico e também o vestido que usava na noite de 30 de dezembro. A Unidade Central de Agressões Sexuais (UCAS) assumiu uma investigação que revisou as câmeras de segurança.
A mulher foi dois dias depois da suposta agressão denunciar os fatos à polícia. Ela entregou o laudo médico e também o vestido que usava na noite de 30 de dezembro. A Unidade Central de Agressões Sexuais (UCAS) assumiu uma investigação que revisou as câmeras de segurança.

Fonte: DOL – Diário Online – Portal de NotÍcias 

DEIXE AQUI SEU COMENTÁRIO
📢 Quer ficar por dentro das últimas notícias em primeira mão? Não perca tempo! Junte-se ao nosso canal no WhatsApp e esteja sempre informado. Clique no link abaixo para se inscrever agora mesmo:
- Publicidade -spot_img
- Publicidade -spot_img

Últimas notícias

Acessibilidade