quinta-feira, maio 23, 2024
24.9 C
Portel

33 municípios do Pará estão em situação de emergência; Estado recebeu R$ 11 milhões

Mais seis municípios paraenses tiveram situação de emergência reconhecida pelo Ministério da Integração e do Desenvolvimento Regional (MDIR), em portaria publicada nesta quinta-feira (20), no Diário Oficial da União. Com isso, chega a 33 o número de cidades afetadas por desastres naturais no Estado em 2023, sobretudo em razão das chuvas fortes que são comuns nos quatro primeiros meses do ano. Na mesma portaria, outras 19 cidades também tiveram a condição reconhecida pelo ministério. Em todo o Brasil, são 1.529 os municípios em estado de emergência.

VEJA MAIS

[[(standard.Article) Governo do Estado monta força-tarefa em Marabá após enchentes]]

[[(standard.Article) PA-253 é liberada para tráfego nesta quarta (12/04), após rompimento entre Irituia e Capitão Poço]]

[[(standard.Article) Oriximiná: Governo do Estado segue com ações integradas de atendimento ao município]]

Cidades em situação de emergência ou estado de calamidade pública reconhecidos pela Defesa Civil Nacional estão aptas a solicitar recursos do MDIR para atendimento à população afetada. As ações envolvem socorro, assistência às vítimas, restabelecimento de serviços essenciais e reconstrução de infraestrutura destruída ou danificada. A solicitação deve ser feita por meio do Sistema Integrado de Informações sobre Desastres (S2iD). Com base nas informações enviadas, a equipe técnica da Defesa Civil Nacional avalia as metas e os valores solicitados.

Somando todas as verbas, o Pará já recebeu R$ 11,17 milhões para medidas de contenção após desastres. Os recursos mais recentes foram da ordem de R$ 1,7 milhão liberados para o município de Pacajá, para a compra de cestas básicas, colchões de solteiro, redes para dormir e kits dormitório, de higiene pessoal e de limpeza. Trairão recebeu R$ 1 milhão para a compra dos mesmos itens. Xinguara recebeu R$ 100 mil também para comprar os mesmos itens de assistência humanitária, exceto kit dormitório.

Anteriormente, no Pará, foram destinados R$ 51,5 mil para Igarapé-Açu, R$ 1,19 milhão para Aveiro, R$ 2,43 milhões para Rurópolis e R$ 2,16 milhões para Mojuí dos Campos. As quatro cidades enfrentaram fortes chuvas e os recursos tinham como objetivo a compra de itens de assistência humanitária. Já Bom Jesus do Tocantins, onde houve enxurradas, recebeu R$ 2,54 milhões para a reconstrução de cinco pontes.

Confira os municípios em situação de emergência no Pará

Abaetetuba
Acará
Água Azul do Norte
Alenquer
Aurora do Pará
Aveiro
Baião
Belterra
Bom Jesus do Tocantins
Bujaru
Cachoeira do Piriá
Cametá
Concórdia do Pará
Dom Eliseu
Goianésia do Pará
Igarapé-Açu
Irituia
Itupiranga
Jacareacanga
Medicilândia
Mocajuba
Mojuí dos Campos
Monte Alegre
Novo Progresso
Oriximiná
Pacajá
Placas
Ponta de Pedras
Rurópolis
São Geraldo do Araguaia
Trairão
Tucuruí
Xinguara

Fonte: Pará – O Liberal.com 

DEIXE AQUI SEU COMENTÁRIO
📢 Quer ficar por dentro das últimas notícias em primeira mão? Não perca tempo! Junte-se ao nosso canal no WhatsApp e esteja sempre informado. Clique no link abaixo para se inscrever agora mesmo:
- Publicidade -spot_img
- Publicidade -spot_img

Últimas notícias

Acessibilidade